Tag Archives: alimentação

1 semana para secar: Dia 2

2 Sep

Oi gente!

Para dar um feedback rapido do meu 2 dia de dieta para secar “pre-ferias”, tudo correu bem!

Bebi muita, muita agua mesmo, e senti que isso me ajudou a dar aquela desinchada. Alem disso, fiz aquela sessão insana de malhacao que postei ontem e isso fez toda a diferença. Em teoria ingeri o mesmo numero de calorias que gastei na malhação e essa e a formula perfeita para emagrecer.

Com certeza devo ter perdido um pouco de musculatura, pois e bem difícil emagrecer rápido sem perder massa magra. Porem, estou buscando nao ingerir menos de 1000 calorias e estou caprichando nas proteínas. Isso com certeza ajuda a amenizar os efeitos negativos da perda de peso.

Segue meu cardápio para esse 2 dia. Bem balanceado e nada radical. Light sim, radical nunca! Sr

CARDÁPIO DIA 2:  (Dia de Alto-Esforço – Cerca de 1.000 calorias)

7:00 – Desjejum: agua morna com limão, canela e gengibre
7:30 – Café: bolinho de aveia (2 colheres de sopa de aveia com 1 colher de sopa de leite / 30 segundos no micro) + 2 claras
8:40hs – Sessão de Exercício 1: Circuito para queimar 1.000 calorias (detalhes no meu post de ontem)
9:50hs – Café: 1/2 batata doce
12:30hs – Almoço: 70gr de peito de frango + 20gr de feijao azuki + 100gr de brócolis + 40gr abóbora
15:30hs – Lanche 1: Iogurte Grego Lacfree
18hs – Lanche 2: 100gr de abobora cozida + 2 claras de ovo
20hs – Jantar: bolinhos funcionais de abobrinha, cenoura e proteina de soja
21:30hs – Ceia: 1 saquinho de balinha Valda de fibras

IMPORTANTE!!!!! Nao quero orientar ninguém sobre o que comer e o que nao comer. Compartilho meu cardápio por pura curiosidade de quem gosta de dieta ou esta em uma atualmente. Nao sou nutricionista, apenas gosto de ler sobre o assunto e comer de forma saudavel.

Se vc quer uma dieta equilibrada e a medida para suas necessidades, busque um bom profissional.

Dica de Dieta: 21 Day Fix

25 Aug

21 Day Fix Diet

Na semana passada falei brevemente sobre a dieta 21 Day Fix e prometi voltar com mais informações. Pois cá estou para passar todos os detalhes sobre esse plano que como o próprio nome já diz consiste em 21 dias pra vc arrumar seu corpo.

Apesar de ser uma dieta bastante saudável e que incentiva bons hábitos alimentares, dá pra perder bastante peso com ela. E eu sei disso porque sempre texto as dietas que publico aqui no blog.
No meu caso, emagreci 1 quilo em 5 dias (tempo que segui a dieta). Então arrisco dizer que dá pra emagrecer facilmente entre 1 e 2,5kg por semana.

Nessa dieta vc poderá comer de tudo e o grande segredo está no controle rigoroso das porções e na prática diária de 30 minutos das atividades físicas propostas pela própria dieta. 30 minutos parecem pouco, mas garanto que as sessões são bem dinâmicas e dá pra suar bastante.

Então vamos lá no passo a passo dessa dieta, que não chegou no Brasil (ainda!), mas que já tem milhões de adeptos nos Estados Unidos e movimenta diversas comunidades nas redes sociais.

A Dieta:

Como comentei, a chave do sucesso dessa dieta é o controle das porções. E para garantir que seus seguidores sigam as orientações à risca (e para ganhar um $$$ extra) sua idealizadora, uma personalidade fitness dos EUA, comercializa o kit 21 Day Fix, que consiste em potinhos plásticos de cores diferenciadas de acordo com o grupo alimentar, além dos vídeos das aulas de ginástica (que falaremos mais à frente) e do Shake que ela recomendar tomar todos os dias, 1 vez ao dia, mas que nada mais é que um shake de proteína.

Porções 21 Day Fix

Roxo = 1 xícara = Frutas
Verde = 1 xícara = vegetais
Vermelho = 3/4 xícara = Proteínas
Amarelo = 1/2 xícara = Carbos
Azul = 1/3 xícara = Queijos e gorduras saudáveis
Laranja = 2 colheres de sopa = Semente e molhos prontos

Como essa dieta não chegou ao Brasil, vc não conseguirá comprar esses potinhos, mas isso é simples de resolver: compre aqueles kits de xícaras/colheres dosadoras que vc encontra até em loja de 1,99. Vc vai conseguir medir seus alimentos do mesmo jeito, só não será em potinhos coloridos e lindinhos.

O número de potinhos que vc poderá ingerir de cada grupo alimentar dependerá do número de calorias que vc deverá ingerir. As calorias são calculadas da seguinte maneira:

Calculo de calorias necessárias

Seu peso (em libras) X 11 = Peso Base

Peso Base + 400 = índice metabólico (número de calorias que vc gasta em repouso

Índice metabólico – 750  =  Número de calorias que deve consumir

Uma vez que vc já sabe o número de calorias que deve ingerir, basta seguir a recomendação do número de potinhos que pode ingerir diariamente (figura abaixo).

Ah! Na imagem vc verá que existe uma colher de sopa. Só para deixar claro, ela representa a quantidade de azeite de oliva (ou óleo de coco, de canola, de girasol, etc) que vc poderá usar para temperar/cozinhar seus alimentos. Afinal, é tudo calculado!

quantidades - 21 Day Fix

Quantidade de potinhos que vc poderá comer de acordo com as calorias que precisa consumir

Agora é só montar seu cardápio seguindo as porções recomendadas!

Um outro detalhe interessante: nos finais de semana vale comer um docinho e beber um vinhozinho, mas vc tem que subtrair da sua cota de carboidratos (1 taça de vinho = 1 potinho amarelo).

Minhas sugestões:

1) Sugiro que os carbos sejam sempre consumidos no pré e no pós-treino OU no café da manhã e no almoço.
2 fatias de pão de forma = 1 potinho amarelo.
1/2 batata doce = 1 potinho amarelo.

2) Consuma 1 dose de whey todos os dias.
1 scoop de whey = 1 potinho vermelho.

3) Se vc não consegue comer tanta carne, aposte nas alternativas abaixo para suprir sua cota de proteínas
1 ovo = 1 potinho vermelho
1 copo de leite = 1 potinho vermelho
1 iogurte grego = 1 potinho vermelho

4) Deixe sua cota de gorduras saudáveis para a noite. Elas farão com que vc não sinta fome.
1/2 abacate pequeno (avocado) = 1 potinho azul

5) Use sua cota de potinhos laranjas para comer sementes e grãos saudáveis em vez de molhos prontos. Aposte na quinua (que lembra um arroz e dá uma saciada na vontade de carbos).
Agora que vc já sabe tudo sobre a parte nutricional dessa dieta, chegou a hora de falar sobre os exercícios.

Os exercícios:

O plano de atividades físicas da 21 Day Fix consiste em atividades diferentes para cada dia da semana. Elas são mais curtas justamente por causa disso: vc vai malhar todo o santo dia.
A vantagem das sessões rápidas é que elas são bem dinâmicas e o tempo passa muito rápido, ou seja, menos chance de vc enjoar ou de dar uma desculpa qualquer para não treinar. Nem a pessoa mais ocupada do mundo pode dizer que não tem meia hora para treinar. Além disso, todas as sessões podem ser feitas dentro da sua casa, sem qualquer necessidade de aparelho. Mais um motivo para não pular nenhum treino!

É praticamente impossível conseguir os treinos sem que vc compre os DVDs da dieta. Porém, depois de pesquisar muito e entrar em milhões de páginas web e vídeos do Youtube, consegui quase todos os treinos!

Os treinos são os seguintes e devem ser executados todos os dias, na mesma ordem que aparecem:

Total Body Cardio Fix
Upper Fix
Lower Fix
Cardio Fix
Pilate Fix or AB Fix
Dirty 30
Yoga Fix

Como vc pode perceber, cada dia o estimulo é um e há uma alternância entre exercícios aeróbicos para todo o corpo e exercícios localizados para partes específicas.

O 4° dia de treino vc pode optar entre o Pilates e o AB Fix, mas ambos são focados no abdômen. O Pilate Fix é matador!!! Acho que de todos os treinos, é um dos piores e, sinceramente, um dos que eu menos gostei.

Não consegui o treino completo de Pilates, AB e Yoga fix. Para resolver esse “problema” encontrei um outro treino de abdômen que é muito parecido com os vídeos do Youtube que encontrei com os fragmentos do treino oficial. Quanto ao Yoga Fix, sugiro que seja substituído por uma sessão de HIIT, o que não é nada mal.

Seguem os treinos abaixo. Em alguns exemplos é indicado o número de repetições, mas na verdade cada exercício (de todos os treinos!) devem ser executados por 1 minuto e repetidos 2X. O intervalo entre um exercício e outro é de 15 segundos (quando fazem parte de um mesmo bloco) ou de 45-60 segundos quando há mudança de blocos.

Se vc não domina os nomes dos exercícios em inglês, dá um google que vc consegue rapidinho imagens e vídeos de cada exercício. Dai vc consegue ver a execução correta de cada um.

Total Body Cardio Fix

Total Body Cardio Fix

Upper Fix

Upper Fix

Lower Fix

Lower Fix

Treino de abdômen

Treino de abdômen (Para substituir o Pilates / AB Fix)

Cardio Fix

Cardio Fix

Dirty 30

Dirty 30

Exemplo de HIIT

Exemplo de HIIT (Para substituir o Yoga Fix)

Agora sim! Vc já tem todos os recursos para começar essa nova dieta e secar uns quilinhos.
E para finalizar esse post e de quebra inspirar os interessados, seguem as fotos do antes e depois que estão publicadas no site oficial da dieta. Se vc buscar no Google encontrará fotos ainda mais surpreendentes.
Achou pouco? Lembre-se que são apenas 21 dias, sem cortar nenhum grupo alimentar!!!!

Antes e Depois - 21 Day Fix

Antes e Depois – 21 Day Fix

Plateau – Quanto os resultados não aparecem

30 Jun

Gente, quem acompanha o blog sabe que estou seguindo uma dieta de cutting, ou seja, para emagrecer, super restrita e formulada por uma atleta fitness. Além disso, estou seguindo um plano de atividades físicas para complementar a dieta.

O resultado só pode ser o sucesso, certo?
Não! Errado!

No meu caso, emagreci 1 kg do 1° para o 3° dia e depois estacionei legal. Já estou no 10° dia e emagreci menos que com qualquer outra dieta que já fiz.

Quem me conhece deve saber que não estou nem um pouco contente e a ansiedade pelos resultados está me matando.
Então, para não me martirizar, resolvi dar uma pesquisada sobre os motivos para as dietas não darem resultados e abaixo segue o que encontrei:

1) Auto-defesa do corpo: as vezes o corpo estoca gordura quando se vê em uma situação de grande privação alimentar. Não deveria ser o caso, pois apesar de rígida, nessa dieta não se passa fome e não se come menos de 1.200 calorias.

2) ganho de massa magra: os músculos pesam mais que a gordura e, se vc troca gordura por musculo, o peso pode até aumentar. Também não é o caso, pois com menos de 2 semanas de dieta é impossível fazer essa troca brusca de gordura por musculo, a não ser que eu usasse anabolizantes como complemento (o que definitivamente não se aplica!)

3) Inchaço: posso estar passando por uma fase de inchaço, ocasionado por vários fatores como: falta de fibras na dieta ou falta de água, que dificultam o funcionamento do intestino, período próximo a menstruação e uso excessivo de sal.
Fibras a dieta tem bastante. Água, estou bebendo pelo menos 2 litros ao dia. Sal, sempre comi muito. Já a questão da menstruação, essa sim se aplica. Fiquei menstruada no domingo e isso pode ter gerado um inchaço a partir da sexta-feira. Se for esse o caso, na sexta que vem o inchaço já deverá ter ido embora.

4) Metabolismo: tem gente que emagrece super rápido e tem gente que demora mais. A diferença está no metabolismo de cada um. Se seu metabolismo está muito lento, realmente os quilinhos vão demorar pra ir embora. Porém, se a dieta for bem feita, não tem como não perder peso, mesmo que demore.
Esse tbm poderia ser o meu caso, mas como estou tomando vários suplementos que auxiliam a aumentar o metabolismo, incluindo termogênico, não acho que é a resposta.

Concluindo: não terei como descobrir exatamente o que é. Só posso supor que realmente seja um problema de inchaço pelo qual as mulheres passam todos os meses. Rsss

Se vc está passando pela mesma situação que eu, siga a dica: não se desespere! Tente analisar os possíveis porques desse plateau e pense que é melhor não ter resultado nenhum do que ter um resultado negativo (que é provavelmente o que acontecerá se vc jogar tudo pro alto).
Além disso, pense que se vc quer resultados para toda a vida, não pode ser tão imediatista.

E para tentar reverter a situação, aqui vão algumas dicas muito úteis:

– Capriche na água e nas fibras (coma mto alface e brócolis, pois são low carb e cheio de fibras),
– Diminua o sal,
– Inclua o HIIT no seu treino, pois é o que mais acelera o metabolismo (tem um post aqui no blog à respeito),
– Durma bem (está provado: quem dorme mais, emagrece mais rápido),
– Não pule refeições, evitando comer demais em certas horas e de menos em outras,
– Capriche nas proteínas magras (frango, peixe e carne vermelha magra) e nas gorduras boas (amêndoas, azeite, abacate, óleo de coco, etc), que aumentam a saciedade e ajudam a diminuir a gula,
– Não se pese todos os dias pra não pirar! Se está seguindo a dieta e os treinos direitinhos, não tem porque ficar neura na balança. Se pese 1 vez na semana e, de preferencia, quando se sentir leve e desinchada. Para que se pesar nos momentos de inchaço? Para se punir? Sai dessa, hein?!

E lembre-se: nada como seguir um plano de dieta e exercícios orientado por um profissional.
Todos achamos que sabemos montar dietas como ninguém, mas na prática não é assim. Um bom profissional pode te indicar soluções que vc nunca imaginou (e que farão a diferença na perda daqueles últimos quilinhos!).

Primeiros dias da minha dieta para Cutting

22 Jun

Olá seguidores da minha odisseia! (Se é que existe algum além da meia dúzia de amigos que me seguem…rssss)

Havia programado para começar a minha dieta no domingo, mas acabei recebendo meu plano personalizado no sábado e resolvi começar antes. Também pudera, na sexta eu comi tanto, mas tanto, que o mais sensato foi começar a dieta o quanto antes.

Realmente sexta-feira foi um desastre. E se vc acha que eu devo estar exagerando (como minha amiga Mari), aqui vai uma lista só do que me lembro que comi:
– 1 saco inteiro de granola (que tem mais de 1000 calorias),
– 1 saco de balinha de frutas dessas que parecem um confete e são bem doces (umas 250 calorias),
– 1 prato de caminhoneiro no self-servisse (umas 700 calorias),
– 1/2 garrafa de vinho tinto (600-700 cal),
– 1 prato de risoto (800 calorias)
– E, pra fechar o dia com chave de ouro: sobremesa de chocolate (500 calorias).

Só que eu consigo contabilizar, foram mais de 3.000 calorias!!!! O equivalente a 2 dias!!!!
Isso porque não malhei na sexta e tenho 1,5metros de altura. Uma nanica que come como uma draga!

Daí no sábado não deu outra: acordei com ressaca de comilança. Foi a sensação mais horrorosa do mundo! Estava inchada, dolorida e me sentindo a pessoa mais “looser” da face da terra…
Era o momento ideal para começar a dieta!!!!

Como comentei no meu post anterior, a dieta com foco em cutting, ou seja, em secar de verdade, é realmente muito rígida e só dá certo pra quem tem muita força de vontade.
São pouquíssimos alimentos, que se repetem ao longo do dia e todos os dias, e que  respeitam uma proporção exata de Carbos, proteínas e gorduras de acordo com minha idade, estatura, treino e objetivos.

Os alimentos principais são:
frango, peixe, carne moída, alface, cenoura, vagem, brócolis, aspargos, clara de ovo e whey protein.
Os complementos são: aveia (30gr na 1° refeição), arroz ou batata (60gr na 3° refeição), amêndoas (20gr na 4° refeição) e mãça-verde (1/2 unidade na 5° refeição).
Não pode de jeito nenhum: óleos, açúcar e alimentos refinados em geral.
Deve: beber 4 litros de líquidos ao dia (água, chá, clight)

Fiz uma análise nutricional e vi que, apesar de muito restrita em carbos, a dieta não é tão carente em vitaminas como pode parecer. Os vegetais somados às vitaminas que terei que ingerir a cada refeição (depois falarei disso especificamente) garantem que minhas necessidades diárias sejam supridas.
Resumindo: não é uma dieta que apresente riscos a minha saúde, desde que exista um acompanhamento e que não seja feita por um período prolongado.

Voltando aos meus primeiros 2 dias de dieta…

Até que foi tranquilo. Até almoçar fora eu almocei e consegui me manter na dieta sem muito problema.

Apenas 2 coisas me desagradaram um pouco:
1) A dieta tem muita clara de ovo, em várias refeições, e eu não consigo comer tanta clara assim. Então acabei deixando de comer em algumas refeições ou comendo menos do que poderia,
2) Não pode colocar azeite em nada, nem no alface!

No way!!!! 1 fio de azeite na minha saladinha tem que ter! Fico sem carbo, mas salada sem tempero não dá!
Incluí o azeite e não quero nem saber.
Alem disso, minhas pesquisas indicam que 1 colher de sopa ao dia pode ate ser positivo.

Outra coisa que eu percebi logo de cara: para seguir essa dieta vc tem que perder um pouco o prazer em comer e encarar as refeições apenas como simples “alimentação para o corpo”.
Viável a longo prazo? Só para quem vive do corpo e precisa estar 100% a todo o tempo, mas acho que por um mês dá pra seguir sim.
Até acho que o fato dela tirar o prazer de comer pode me ajudar a encontrar outros prazeres na vida além de comer. Atualmente 90% dos meus programas de final de semana envolvem comida e sei que não deveria ser assim. Se eu não mudar meus hábitos, não vai ter dieta que funcione no longo prazo.
Vamos torcer para que seja assim.

O saldo de 2 dias de dieta foi 1 Kg a menos, uma grande primeira vitória se não fosse o fato de que de sexta pra sábado eu ganhei 1 Kg.
Na verdade podemos dizer que a dieta está começando de verdade hoje, com a balança cravada nos 50Kg (e querendo baixar até 47,5Kg até o final do mês). Parece fácil, mas não é! Pense que eu não baixo dos 48Kg há mais de 3 anos!

Amanhã volto pra contar como foi meu 3° dia (hoje), que também é o primeiro dia que faço o treino específico para a dieta.

Beijo da gorda! (SQN!)

 

 

A verdade de ser mãe: mudanças para a vida toda.

18 May

gravida cartoon

Sou mãe de um bebê-delícia de 10 meses que é minha vida! A coisa mais preciosa do mundo, mas desde que fiquei sabendo que ele estava na minha barriga, TUDO mudou.

Desde o dia 1 já tive que encarar que não dava mais pra sair com os amigos para beber. Eu AMO (ou melhor, amava) sair para tomar umas. Daí, de repente, vc só sai para jantar e, além de tudo, sem direito a vinho. De vez em quando eu até tomava uma tacinha, mas quando começava a curtir a vibe já era hora de parar. Para piorar, meus amigos não faziam o gênero “vamos a um bom restaurante”. O negócio era festinha na casa de um, churrasco na casa de outro, happy hour… e mesmo que combinássemos de sair para jantar, era para tomar todas.

Junto com isso, tem todo o mal-estar que vc sente em começo de gravidez. Eu não conseguia malhar, só conseguia comer carboidrato (justamente o contrário de como eu comia) e tinha que lidar com uma barriga que não era nem tão grande, que as pessoas percebessem que eu estava grávida, e nem tão pequena para vc usar as mesmas roupas de sempre. É tipo um buchinho de cerveja, aquela barriguinha roliça que surge quando vc passa um fim de semana inteiro comendo merda. Sabe?

E quando finalmente o enjoo passa e você consegue comer de tudo, mais uma surpresa: não! Vc não pode mais comer de tudo! Esquece comida japonesa, salada, ovo fora de casa, coisas picantes, café, produtos muito industrializados, corantes, adoçante…..affffffffffff….é complicado!

Daí passa um tempinho e todas as suas roupas começam a ficar justas e vc não sabe mais se é só por causa da gravidez ou se vc está engordando além da conta, pq só come carboidratos. Uma hora vc pensa: “Normal engordar. Um bebê está crescendo dentro de mim” e na outra “O bebê ainda é do tamanho de uma azeitona! Era para eu estar bem mais magra”.

Para não surtar, o jeito é correr para a loja de roupas de grávida e renovar o guarda-roupas. E aí vem mais um choque, pois vc NUNCA encontrará as roupas que vc gosta de usar numa loja de grávida.

Daí a gravidez vai passando e parece que por 3 meses sua vida volta nos eixos. Sua barriga começa a ficar redonda e bonita e vc volta a se sentir bem, as pessoas são mais cordiais e querem sempre te ajudar, vc pode parar em vaga de grávida no shopping, o marido fica babão fazendo tudo o que vc quer e, o melhor de tudo, aquele docinho a mais no final de semana nem pesa na consciência, afinal, a barriga já tá grande mesmo.

Nessa fase, dos 4 aos 7 meses de gestação, dá para ir na academia tranquilamente, o que tbm ajuda a cabeça a funcionar melhor. Como eu já malho faz tempo, para mim foi natural manter a rotina. A única coisa que realmente parei de fazer na academia foi correr na esteira, mas até Jump e corda eu pulei (inclusive até 1 dia antes deu dar a luz!). Se não fosse pela malhação, acho que as coisas teriam sido mais difíceis.

Depois dos 7-8 meses a situação começa a ficar meio estranha de novo. O bebê começa a chutar muito, você tem vontade de fazer xixi a todo instante, as roupas de grávida que vc comprou no começo da gravidez já começam a ficar mais justas e a ansiedade de segurar o bebê aflora. Sua fome cresce e sua libido diminui.

Daí quando vc acha que vai explodir, mesmo não tendo ganhado muito peso (eu ganhei 8,5Kg no total), chega a hora de ter seu bebê. Um momento tão mágico, que deveria ser aproveitado ao máximo, mas que na prática é muito difícil.

Meus hormônios ficaram doidos, não conseguia dormir ou relaxar, perdi todo o controle da minha vida e só cuidava do bebê. Rapidamente resolvi contratar uma enfermeira (o que não estava nos meus planos!). Com essa decisão eu abri mão da minha privacidade em casa para ganhar algumas horas a mais de sono por dia. Valeu a pena por um lado, mas por outro a mulher era uma mala sem alça.

charge new mom

Meu bebê teve muita cólica até os 3 meses e a maldita da enfermeira culpava tudo o que eu comia. Não podia comer nada verde que lá vinha ela dizer: mas é obvio que o bebê terá cólicas com você comendo isso”.

Chegou uma hora que eu senti que só podia comer arroz com peito de frango se quisesse evitar as cólicas do meu filho. Ahhhhh se fosse hoje! Eu mandava aquela mulher a merda!

Além disso, o bebê mama o dia inteiro e não dá nem para sair de casa, só para ir num supermercado mesmo.

Daí os dias vão passando e você sem dormir, sem sair de casa, com uma enfermeira pentelha…

Sentia como se houvesse perdido minha identidade. Não fazia mais nada do que me dava prazer e ainda me olhava no espelho e via uma mulher feia (nada daquele glamour de “mamãe plena e feliz” que vc vê em comercial de sabonete de bebê).

Com 1 mês do nascimento do bebê voltei a malhar e pelo menos sentia que havia recuperado uma parte da minha vida. Ainda não podia sair, beber, curtir com os amigos, mas pelo menos poderia, aos poucos, ir recuperando a forma.

Quando meu bebê completou 3 meses eu já havia perdido 6,5kg (dos 8,5kg que ganhei), mas obviamente meu corpo havia mudado e estava longe de ser o mesmo de antes da gravidez. O lado bom é que meu peito ficou enorme e foi interessante me sentir turbinada por alguns meses.

Com 3 meses troquei a enfermeira por uma babá, que dormia em casa, e foi tudo de bom! A babá está comigo até hoje e a entrada dela coincidiu com o fim das cólicas do Rafa e com noites melhor dormidas.

Com 6 meses voltei a trabalhar e recuperei mais uma coisa: minha rotina diária (minha!!!!!).

É duro voltar a trabalhar com um bebê de 6 meses? Sim! Mas ao mesmo tempo é tudo de bom. Voltei a ver gente, a respirar outros ares, a ocupar minha cabeça com coisas que não tem nada a ver com bebê ou empregadas.

Com 8 meses outra grande melhoria: parei de amamentar. Com certeza existem mulheres que dariam a vida para amamentar os filhos eternamente. Eu não! Amamentei até quando deu, pois sabia que era bom pro meu filho. Porém, quando o pediatra me informou que provavelmente eu já nem estava produzindo a quantidade suficiente de leite, confesso que não consegui evitar um sorriso de canto de boca. Havia chegado o momento de voltar a comer (e beber!) de tudo.

Agora meu filho está com 10 meses e finalmente parece que minha vida está voltando aos eixos.

Meu bebê está crescendo lindo e saudável e cada dia mais eu curto interagir com ele e fazer o papel de mãe. Inclusive abdiquei da malhação nos finais de semana para poder curti-lo com meu marido o dia inteiro. Agora, tomamos café da manhã fora todos os sábados, um novo ritual que tomou o lugar da malhação, mas que faz muito bem para a cabeça.

A única coisa que falta agora é voltar a mesma forma de antes (ou pelo menos ao mesmo peso!). Sei que não é algo difícil, mas está custando muito. Como emagreci muito rápido no início, achei que seria fácil. Mas nunca consigo perder os 2kg que faltam!

As mudanças na alimentação e na rotina de malhação contribuíram, mas o que realmente afetou foi a cabeça. Com tudo isso que passei, todas essa mudanças, me desiquilibrei um pouco emocionalmente. Nos últimos 4 meses eu vou de uma dieta extrema a 2-3 dias de comilança compulsiva, fazendo o peso não sair do lugar. O pior é que agora o ponteiro da balança finalmente se moveu, pra cima!!!! Pela primeira vez em uns 10 anos (sem contar a gravidez!) eu estou pesando 52kg. Antes de engravidar eu estava com 49kg, mas de pura massa muscular (o que deveria equivaler a uns 47kg hoje em dia). Sentiu o drama?

Pois é, mas esse é um novo post. A mensagem que queria deixar com toda essa história da minha gravidez e dos primeiros meses do meu filho é para que pessoas que estejam passando, ou que venham a passar por isso, saibam que é normal perder o chão no começo e se sentir triste. É normal pensar “o que será da minha vida???”.  Mas tudo passa e, ao passo que a melancolia vai embora, sua vida é tomada por uma onda de amor incondicional e a felicidade se instala. Essa sim é felicidade verdadeira, que vem do coração e não de qualquer fonte externa, engarrafada, comprada em prateleira de supermercado. Felicidade para toda a vida. Plena.

mamãe e bebê

Novidades Low Carb

17 Jan

Hoje descobri 3 produtos hiperprotéicos deliciosos e que de quebra são Low Carb.
Vale a pena ter em casa para aqueles momentos de “fome de doce”.

Whey  Bar (Probiótica)

Preço: R$5
Calorias: 144
Proteínas: 16gr 
Carboidratos: 9,9 gr

Ultimate Flurry (Ansi)
Preço: R$12
Calorias: 340
Proteínas: 32gr
Carboidratos: 36gr dos quais apenas 8gr são efetivos (os chamados “Net Carbs”)

Power Pak Pudding (MHP)
Preço: R$15
Calorias: 190
Proteínas: 30gr
Carboidratos: 9gr (8 Net Carbs) 

Os produtos podem ser encontrados em lojas de suplementos. Os meus eu comprei na loja Nutra Fit do Shopping Market Place (São Paulo).

Diário Alimentar: Vale à pena ter um!

12 Jan

Quem acha que manter um diário para acompanhar a dieta é coisa de mulher anoréxica está muito enganado!

Considerado por muitos um símbolo da bitolação, esse recurso vem sendo utilizado cada vez mais por pessoas “normais”.

Primeiro porque um diário alimentar não precisa rastrear apenas as calorias dos alimentos, ele pode ir muito além. Pode indicar se o indivíduo está ingerindo a quantidade de vitaminas recomendadas ou mesmo avaliar se seu consumo de proteínas é adequado ao tipo de atividade física realizada.

Tenho diário há muito tempo e confesso que comecei para contar calorias. Ainda estávamos nos anos 90 e o padrão de beleza era totalmente diferente, não se falava em saúde e sim em magreza. O jeito era ficar nas 800 calorias diárias e rezar pra não desmaiar no meio da rua.

Hoje o cenário é bastante diferente. A saúde vem em 1° lugar e a forma física segue atrás. De “calculadora de calorias” o diário virou um relatório médico, que nos diz exatamente o que comer e o que não comer para que atinjamos uma infinidade de objetivos diferentes.

E se você não se anima a começar um diário porque acha que vai perder muito tempo, aqui vai uma boa notícia: existem centenas de sites na internet que fazem isso por você, gratuitamente!

Um site que sempre recomendo aos meus amigos é o www.myfitnesspal.com.
Você insere o alimento consumido e o site calcula todo o resto. É pratico rápido e divertido.
Fora que dá pra calcular o gasto calórico com as atividades físicas, customizar a quantidade de carboidratos que você quer ingerir no dia (ideal para os fãs das dietas Low Carb) e acompanhar seu progresso ao longo do tempo, por meio de gráficos.

Se você não tem acesso fácil à internet e prefere a versão tradicional do diário, já existe no mercado cadernos específicos para esse propósito, com tabelas pré-desenhadas para a inserção das informações. No ano passado comprei um bem legalzinho chamado Diet Minder, na loja GNC de Miami Beach. Se você não vai passar por lá nas suas férias, poderá comprá-lo também pela internet na Amazon.com. Outras informações também estão disponíveis no site do fabricante: http://www.memoryminder.com/.

É claro que não podemos transformar esse controle saudável em uma obsessão. O mais indicado seria utilizar o diário esporadicamente, em fases específicas. Ele é legal para ajudar os iniciantes na reeducação alimentar, para que atletas atinjam resultados muito específicos ou se preparem para competições ou mesmo para identificar as causas de certas doenças e distúrbios. Você já parou para pensar que sua dor de cabeça pode estar relacionada ao queijo que você anda ingerindo?

Agora, se você já se alimenta bem e tem controle sobre o que ingere, faça como eu: utilize o diário apenas quando sentir que está deixando a peteca cair ou quando resolver radicalizar na musculação e aumentar 3cm de coxa em 1 mês.