Suplementos Alimentares

9 Jun

Suplemento alimentar é toda e qualquer substância que tem como objetivo complementar a ação dos alimentos naturais, seja dando mais força, mais energia, emagrecendo, queimando gordura ou auxiliando no ganho de massa muscular.

Como os suplementos não são substâncias controladas, é possível adquiri-los em qualquer farmácia e é justamente aí que mora o perigo. É muito comum que as pessoas comprem suplementos sem saber exatamente para que servem ou mesmo sem que haja a necessidade da utilização.
Para que você não entre na lista dos “desinformados” que jogam dinheiro no lixo, leia um pouco mais sobre os suplementos mais difundidos no mercado no artigo abaixo e não cometa gafes.

Na dúvida, busque a ajuda de um nutricionista e lembre-se que nenhum suplemento substitui uma dieta saudável, rica e variada em proteínas, vitaminas e sais minerais.

Os campeões de consumo:

Bebida Isotônica.
Promessa: hidratar e repor carboidratos.
Colaterais: não há. Diabéticos e hipertensos devem consultar um médico antes de ingerir.

Proteínas e Aminoácidos.
Promessa: ampliar os músculos e melhorar o desempenho físico.
Colaterais: faz crescer os níveis de ácido úrico e a quantidade de gordura localizada, além de causar diversas complicações nos rins.

Creatina.
Promessa: aumentar a musculatura daqueles que praticam esportes de alta intensidade e curta duração.
Colaterais: retém água e toxinas e provoca inchaço, dando a falsa impressão de aumento da massa magra.

Maltodextrina, Gel de Carboidrato e Bebidas de Recuperação.
Promessa: fornecer energia, possibilitar a queima de gordura e recuperar o estoque de energia no músculo.
Colaterais: pode engordar e provocar intolerância gástrica.

BCAA.
Promessa: prevenir ou retardar a fadiga em exercícios de resistência.
Colaterais: costuma sobrecarregar os rins e o fígado com toxinas, especialmente em quem já tem predisposição a esses males.

Fat burner e Termogênicos.
Promessa: queimar gordura por meio da aceleração do metabolismo.
Colaterais: pode desencadear taquicardia, arritmia e desidratação por conta da produção de suor excessivo.

NO PRÓXIMO POST: Saiba mais sobre a Creatina.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: